jump to navigation

16>Altamira II>22.07.06 agosto 8, 2006

Posted by bttgeraes in 1.
trackback

…………………………………………………………………………………

Ficha Técnica

Localidade: Nova União – MG
Data: 22 de julho de 2006
Distância Total: 24km, em 5 horas
Reabastecimento d’água: sim
Sinal de Celular: não
Tipos de via:
-estrada de terra: 50%
-estrada de terra vicinal: 10%
-trilha em campo: 35%
-trilha em mata: 5%
Navegação: difícil
Nível de Dificuldade: difícil
………………………………………………………………………………….

Ataque relâmpago

A subida para Nova União não foi das mais pacíficas, e em uma hora e meia vencemos os 80km que nos separavam de nossa base em Altamira.

corte043721.jpg

corteg04385.jpg

Chegamos silenciosamente quando o sol já castigava os telhados da pequena aldeia. O Sr. Zé Marques nos recepcionou em sua venda e forneceu-nos a água que esquecêramos de levar. Rapidamente estacionamos o Puerinha e tome subida.

São aproximadamente 8km de estrada de terra que a partir de um certo ponto – quando rareiam as habitações – se transforma num pedregoso, longo e inclinado singoltreque. Durante a ascensão, conversas sobre qual caminho tomar. Poderíamos fazer o ataque plenejado na véspera ou tentar algo novo, talvez desconhecido. Optamos por buscar os objetivos traçados. Preferimos o caminho planejado, e também ele incluía certa dose de desconhecido.

corte04388.jpg

De acordo com nosso navegador, ao atingirmos determinado ponto da trilha tentaríamos o ataque por uma variante à direita. Era este o desafio. Encontrar um caminho mais rápido para atingir a panela de Lagoa Dourada, por cima. No arenoso caminho que escolhemos os pequenos arbustos rapidamente se transformam em uma acanhada mata, e começamos a descobrir as diversas nascentes espalhadas pela região. Frequentemente cruzávamos pequenos regos d’água buscando enxergar a via pedalável que nos levaria mais alto na serra. Tentativas, direções, experiências. A observação é muito importente neste momento. Separamo-nos para cobrir maior terreno, tentando enxergar alguma trilha. O segredo estava na pequena tronqueira enferrujada. O caminho procurado partia dali, e logo nos encontrávamos na última subida do ataque.

Pedras soltas num caminho de quartzo e sílica. Os pneus sofreram com o calor e a fúria dos bttistas, que com entusiasmo escalaram a encosta, observando o outro caminho, menos pedalável, à esquerda, do outro lado do rio.

corte04395.jpg

A subida esgota as forças dos exploradores, que quase se dão por satisfeitos. Atingiram o objetivo, mas querem mais. Após breve descanso, tentam uma última aproximação, acordando tacitamente que “até onde der prá pedalar a gente vai”. Com as pedras só crescendo em tamanho e a trilha ficando cada vez mais e mais técnica, o sol começava a querer se despedir e era chegado o momento da meia-volta. Hora das últimas fotos e de ingerir o restante do lanche. Mochilas vazias e leves para a volta.

corte04406.jpg

corte04409.jpg

A descida, perigosa e adrenalizante, nos pregou várias peças. Estávamos empolgados, admito. Por diversas vezes o sangue pintou pelo lado de fora as canelas dos exploradores. Tantos e vários foram os sustos que experimentamos na veloz descida que nem fotos nos lembramos de bater… mas antes do retorno noturno para BH os sustos seriam lembrados com muito bom humor na Pizzaria Sôpito, acompanhada da “grande à moda”, mas isso já é outra história…

corte04412.jpg

corte04413.jpg

Anúncios

Comentários»

1. JOLI - outubro 16, 2006

Pôoooooooo ir no quintal da nossa casa e nem dar satisfação, nem convidar nem nada, que isso.. mas tá valendo… Espero que tenha gostado do pedal na região, e também tenha gostado da pizza do pito, outra ótima opção é a pizzaria da Lucinda… abraços

2. jerry adriani - dezembro 12, 2008

poe ai fotos da cochoeira alta de altamira velho


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: