jump to navigation

Pneus: O Pneumático

Inventado em 1887 pelo veterinário irlandês John Boyd Dunlop, sua idéia deu tão certo que originou umas das mais famosas marcas de pneus do mundo: a Dunlop Tires. No início do século XX ele criou o primeiro aro pneumático. Nada mais era do que um aro metálico revestido com uma câmara de couro costurado e cheio de ar, o qual servia para amenizar os sacolejos provocados pelas rodas de ferro sobre as estradas de pedra, que imediatamente foram introduzidos nos veículos automotivos fabricados por Henry Ford.

Toda a estrutura das rodas foi alterada a partir disso. Em 1891 o francês André Michelin lança o pneu desmontável e tempos depois funda a indústria de pneus Michelin, tão conhecida nos dias atuais na Fórmula 1, um dos grandes concorrentes da Dunlop e B. F. Goodyear. Todas as grandes fábricas de pneus do mundo hoje aproveitam-se das experiências desses pioneiros, misturando técnicas de fabricação e compostos de borracha. (fonte: linha do tempo em Matacachorro BTT).

São vários os tipos de pneus. Isso é definido pelo tipo de terreno a ser enfrentado. Pneus dianteiro e traseiro de uma mesma bicicleta podem – e muitas vezes são – diferentes entre si.

O pneu dianteiro aponta o caminho por onde o de trás vai passar, e este fornece a tração e o ritmo da pedalada para o movimento do conjunto. Pneus com mais cravos inspiram mais segurança nas curvas – quando na frente – e mais tração – quando atrás. Pneus mais lisos exigem uma pilotagem mais atenta, porém podem render muito mais quando o assunto é performance.

tirenossaurus.jpg

Já se foi o tempo de cravos enormes e pneus biscoitos. Eles são mais grossos e pesados, e isso é muito bom para a pilotagem agressiva e descidas de montanha.

Na roda traseira, pneus mais lisos podem ser mais leves e limpos numa situação de lama leve e em terrenos regulares, com poucas pedras, ou com pedras pequenas. Mas não têm muita capacidade de tração, e isso pode ser essencial numa escalada mais técnica.

pneu02.jpg

Já o pneu dianteiro precisa de algum desenho mais marcante, pois dele parte a linha de direção. É importante notar que o terreno a ser enfrentado pode definir o tipo de pneu a ser utilizado.

Existem ótimos pneus híbridos, e o mais importante é encontrar aquele que forneça à pilotagem segurança e rendimento.

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: