jump to navigation

57>Franceses>14.06.13 outubro 16, 2013

Posted by bttgeraes in Sem categoria.
add a comment

Conforme anunciado no Sítio Rotas Guiadas e seguindo a tradição mineira, junho é mês de Santo Antônio. Tempo de sol, céu azul, fogueira. A chegada na base foi tranquila. A seca estrada de terra tinha muito a dizer sobre os dias que viriam.

Ficha técnica:

Localidade: Bocaina de MInas– Minas Gerais – Brasil
Data: 14 de junho de 2013
Distância Total: 56km
Reabastecimento d’água: sim
Sinal de Celular: fraco
Tipos de via:
– estrada de terra: 10%
– estrada de terra vicinal: 90%
Navegação: difícil
Nível de Dificuldade: alto

A neblina espessa da manhã confirma as boas perspectivas. Sob o orvalho serrano, tradicional café da manhã reforçado, e o combinado de sair às oito acaba virando nove.

20121189

9h Saímos em direção ao trevo que nos leva para Lavrinha. A esta hora, as baixadas já estão ensolaradas, pois a névoa se refugiou no alto dos morros. Muitas pontes de madeira e mata-burros marcam a longa sequência de brandas descidas e subidas, sob um sol sonolento, cruzando o Rio Grande e preparando as pernas para a serra.

20121198 20121203

10h As subidas e as curvas apertam cada vez mais. O calor aparece. Desviamos de Carvalhos, seguindo caminho para os Franceses.

20121224

11:12h  Num determinado momento, olhando para trás avistamos Bocaina de Minas. Com vales verdejantes a perder de vista em 360 graus, retomamos a ascensão, rompendo as nuvens e encontrando o frio. O chão de terra muito colorida está seco na medida certa e a aderência é das melhores. É com alegria que encaramos e escalamos aquelas escarpas.

20121226 20121229

12h De repente, numa rara baixada, aparecem bloquetes de cimento e as primeiras casas. Surgem o gramado, a praça, a igreja. Estamos nos Franceses. Das três pessoas que encontramos, duas pilotam bicicletas. Vejamos o que conseguimos para comer na única venda no lugar.

20121250 20121258 20121260

13h Descanso. Pão com salame, um pedaço de queijo. Cerveja? Um dedo de prosa e toca prá cachoeira.

20121305

13:10h O lugar conhecido como Cachoeira dos Franceses é um complexo de poços e quedas, caracterizado na maior parte do ano por um grande volume de água correndo num largo leito de pedra. De fácil acesso, possui diversas conformidades: poços de tamanhos variados, quedas baixas, altas, corredeiras, escorregas, numa infinidade de maneiras de se entrar em contato com a água. Tem até uma prainha, formada após uma panela mais funda, verde, muito aprazível, cujas águas são alimentadas por um jorro forte, que se projeta de uma fenda alta na pedra. Hora de nadar, descansar e lagartear ao sol.

20121273 20121277 20121286 20121296 20121300

14:20h A prudência ensina que o tempo é de juntar as coisas e pegar a estrada. A noite cai muito rápido nessas quebradas de serra, e quando o sol se esconde não há mais barreiras para o frio.

20121323

15h Passada a vila, rumamos serra muito acima. O dia, claro e ensolarado, contribui com uma temperatura agradável. O vento é constante. E tome subida. O chão, colorido, enche-se de valas, desníveis e outras dificuldades que tornam tudo mais divertido. Logo atingimos de novo a altura das nuvens, acompanhando as falhas do terreno naquela estrada sinuosa.

20121319

16h O sobe-desce é implacável, os morros cercam por todos os lados. Se não estamos concentrados subindo, estamos concentrados descendo, pensado em como será o embalo para vencer o próximo aclive pedregoso. Pouca conversa e muita força. Ainda há tempo para um belo e secreto presente, apresentado pelo guia: Cachoeira da Estiva.

20121327 20121329 20121330

17h Depois de vencer a virada da serra, é hora de uma longa descida pelo “nosso” lado, o que é feito com muito gosto e alegria até Lavrinha, e dali o acesso para a estrada que nos leva para a base. O sol saiu sem avisar e a noite se aproxima. Muita velocidade embalada pelo barulho do vento. Ar puro e equipamentos colocados à prova mais uma vez. Com muito prazer!

20121345

17:28h Chegada em Santana. Exatamente quando o frio congela o sorriso no rosto.

 

Anúncios